segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Geografia - 8º Ano - Menino Jesus

Cap. 1. Geografia e regionalização do espaço

1. O mundo dividido: países capitalistas e socialistas

Que é Capitalismo:
Sistema Sócio econômico onde os meios de produção são de propriedade privada. Os donos dos meios de produção são chamados de burgueses ou capitalistas e os que não possuem os meio de produção são chamados de proletários ou trabalhadores. Os trabalhadores vendem sua força de trabalho os capitalistas através dos salários.

Características do Capitalismo:

Propriedade privada
: consiste no sistema produtivo vinculado à propriedade individual.

Lucro: é o principal objetivo capitalista, proveniente do resultado da acumulação de capital.

Economia de mercado: livre iniciativa da regulação do mercado, sem ou pouca intervenção do estado. Esse processo ocorre por meio da oferta e da procura, que regula os preços e os estoques das mercadorias, o estado tem a responsabilidade de intervir somente em casos delicados e também na implantação de medidas que garantem instabilidade econômica.

Divisão de classes: esse é um dos pontos mais polêmicos do capitalismo, é a distinção entre duas classes sociais, de um lado está uma minoria denominada de capitalistas ou donos dos meios de produção e de capitais, e do outro lado a maioria chamada proletários, que vende sua força de trabalho em troca de um salário que garanta saúde, alimentação, transporte, lazer, etc., no entanto, é nesse ponto que constitui a divisão das classes, uma vez que nem sempre o capitalista oferece uma remuneração que seja suficiente para sanar todas as necessidades básicas da maioria dos trabalhadores. Desse processo o capitalista adquiriu a mais-valia, que corresponde aos lucros oriundos do trabalho do proletário.

Função comercial da produção.

Venda da força de trabalho.

Comércio monetarizado.

Gerenciamento da produção.

Controle financeiro.

Origens e fases do Capitalismo:

A. Capitalismo Comercial - Séculos XV a XVIII - Grandes navegações - exploração de novas terras= escravos, manufaturas, metais preciosos, produtos agrícolas. Fase metalista e conhecida como mercantilismo.

B. Capitalismo Industrial - Séculos XVIII a XIX - Revolução Industrial - industria têxtil, maquina a vapor . Final do século XIX - 2a revolução Industrial - petróleo.

Imperialismo europeu tinha como objetivo :

1. Produção excedente.

2. Excedente de capital.

3. Abastecimento de matérias primas .

C. Capitalismo Financeiro - termo usado pela 1a vez em 1881. Integração do capital industrial com o sistema financeiro. Ocorreu após a 2. Guerra mundial. Surgimento das transnacionais. Surge o processo de monopolização. O estabelecimento das transnacionais a partir da segunda metade do século XX redunda da aplicação de capital internacional excedente nos países subdesenvolvidos e como resultado temos a transferência de lucros, juros, royalties para os países do 1o mundo. Intensifica-se neste período a teoria do centro - periferia.

Formas de monopólio:

· Cartel : Empresas concorrentes fazem acordo para dominar o mercado. Os cartéis tem 4 características : divisão territorial do mercado, controle das matérias primas, volume da produção e controle dos preços de venda dos produtos.

· Truste: Conjunto de empresas que se juntam para dominar o mercado. O controle é acionário mas as empresas tem autonomia. Os trustes podem ser horizontais , quando as empresas atuam no mesmo ramo de produção. Ou verticais, quando o conjunto de empresas produz desde a matéria prima até a venda do produto.

· Holding: controle acionário sobre várias empresas. A holding é a forma legal do cartel ou mais ainda do truste.

Socialismo:

A implantação do socialismo ocorreu somente no século XX, mais precisamente, doravante a 1917, quando o governo monarquista foi derrubado pela revolução russa, dando origem à União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS). Na segunda metade do século XX, o socialismo ganhou outros adeptos, como os países do Leste Europeu, além da China, Cuba e algumas nações africanas e asiáticas. No entanto, com configurações socialistas distintas.

As características do socialismo são completamente diferentes em relação ao capitalismo, a seguir veja os principais aspectos socialistas:

Meios de produção socializados: no socialismo toda estrutura produtiva, como empresas comerciais, indústrias, terras agrícolas, dentre outros, são de propriedade da sociedade e gerenciados pelo Estado. Toda riqueza gerada pelos processos produtivos são igualmente divididos entre todos.

Inexistência de sociedade dividida em classes: como os meios de produção pertencem à sociedade, existe somente uma classe; a dos proletários. Todos trabalham em conjunto e com o mesmo propósito, melhorar a sociedade. Por isso não existem empregados e patrões.

Economia planificada e controlada pelo Estado: o Estado realiza o controle de todos os seguimentos da economia. O mesmo é responsável por regular a produção e o estoque, o valor do salário, controle dos preços e etc. Configuração completamente diferente do sistema liberal que vigora no capitalismo, no qual o próprio mercado controla a economia. Dessa forma, não há concorrência e variação dos preços.

2. Regionalização pelo nível de desenvolvimento

Diferenças entre Países Desenvolvidos e Subdesenvolvidos

Na história da humanidade sempre existiram nações pobres e nações ricas. O mundo atual, porém, apresenta um desequilíbrio que não se compara com o de nenhuma outra época.
Foi principalmente no período após a Segunda Guerra Mundial que os povos acordaram para a realidade: o mundo estava desequilibrado, pois um grande desnível separava uma nação de outra. Assim, além da divisão do mundo em países capitalistas e socialistas, havia uma outra: de um lado, alguns países ricos, poderosos e desenvolvidos: do outro lado, muitos países pobres, dependentes, subdesenvolvidos.
Mas, o que é ser um país desenvolvido ou subdesenvolvido? Para você compreender essa subdivisão do mundo, vamos estabelecer algumas características do que seja desenvolvido e subdesenvolvido.
O MUNDO DESENVOLVIDO: Fazem parte do mundo desenvolvido países que já atingiram um alto nível de industrialização e conseguiram substituir grande parte da energia humana ou animal pela força das máquinas a vapor, gás, eletricidade, petróleo ou mesmo energia nuclear.
As principais características de um país desenvolvido são:

  • Alto grau de capacidade técnico-cientifico;
  • Modernos e eficientes meios de trasporte terrestre, aéreo e marítimo;
  • Atualizados e bem distribuídos meios de telecomunicação;
  • Agricultura moderna e racional;
  • Predomínio da população urbana sobre a rural;
  • Nível de vida bastante elevado;
  • Pequeno ou nulo número de analfabeto;
  • Baixa taxa de natalidade;
  • Baixa taxa de mortalidade infantil.

Como resultado de tudo isso, os países desenvolvidos mantêm um substancial aumento em sua produtividade e, assim, podem atender às necessidades e aspirações de seu povo.

O MUNDO SUBDESENVOLVIDO: é uma situação econômica-social caracterizada por dependência econômica e grandes desigualdades sociais. Tal dependência manifesta-se das seguintes maneiras:

  • Deficiência tecnológica;
  • Endividamento externo;
  • Relações comerciais desfavoráveis;
  • Influência de empresas estrangeiras.

a) Deficiência tecnológica: os países pobres pouco investem em pesquisa e utilizam tecnologias dos países desenvolvidos.
b) Endividamento externo: normalmente, todos os países subdesenvolvidos possuem grandes dívidas com bancos internacionais.
c) Relações comerciais desfavoráveis: geralmente, os países subdesenvolvidos exportam para as nações ricas produtos primários (não industrializados), tais como café, cacau, soja, algodão, manganês etc. As importações, por sua vez consistem basicamente em artigos manufaturados (industrializados), e tecnologia avançada, aviões, computadores, máquinas automatizadas etc. Os artigos importados têm preços bem mais altos que os exportados. Tais relações mostram-se desvantajosas. d) Influência de empresas estrangeiras: uma grande parcela do lucro dessas empresas é remetida para as matrizes, o que provoca acentuada descapitalização nos países subdesenvolvidos.


fontes:
Mundo Educação
Brasil Escola
Socialismo
Ideal Dicas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário